P

P/L: Índice Preço/Lucro. Indicador do tempo de recuperação do capital investido. P é o preço - cotação da ação na Bolsa -  e L é o lucro por ação, estimado em regime de perpetuidade (hipótese em que o lucro por ação se mantém inalterado por anos à frente). Com esses dados, estabelece-se uma relação que indica em quanto tempo (contado em anos) o capital será recuperado. O P/L médio pode ser calculado para uma carteira de ações.

Padrão Monetário: Denominação da moeda de um país, incluindo a moeda divisionária. No caso do Brasil, o padrão monetário é o Real, e a moeda divisionária os centavos.

Pagamento: Salário ou retribuição por serviços prestados, ou mercadorias adquiridas.

Papagaio: Versão popular para o termo Nota Promissória.

Papel-moeda: Cédula feita de um papel especial, constituído de linho e algodão.

Paraíso Fiscal: Zona econômica onde a regulamentação fiscal e monetária das atividades bancárias é leve, ou até inexistente. Exemplos: Suíça, Panamá, Luxemburgo.

Parcela: Ver prestação.

Participação nos Lucros: Fração dos lucros de uma sociedade a serem distribuídos.

Passivo: Compreende basicamente as obrigações a pagar, isto é, o quanto  a empresa deve a terceiros: títulos a pagar, contas a pagar, fornecedores, salários a pagar, impostos a pagar, hipotecas a pagar, etc.

Patente: Documento emitido pelo governo e concedido a um inventor, ou a seus representantes, a fim de proteger seus direitos de propriedade e de exploração de uma invenção de caráter industrial.

Patrimônio: Conjunto dos bens e direitos de uma pessoa ou empresa, que têm valor econômico.

PEA - População Economicamente Ativa. Índice que identifica a população em condições de trabalhar. É a base de cálculo da taxa de desemprego medida pelo IBGE.

Penhora de bens: Ato judicial pelo qual se retiram os bens em poder do devedor, colocando-os sob a guarda da Justiça para a garantia de pagamento de uma dívida.

Performance: desempenho alcançado por um determinado investimento.

Pessoa Física: Qualquer ser humano; pessoa individual; pessoa natural.

Pessoa Jurídica: Expressão adotada para indicação de instituições, corporações, associações ou sociedades com existência e responsabilidades legalmente reconhecidas e devidamente autorizadas a funcionar. Classificam-se como pessoa jurídica de direito privado (empresas em geral, fundações, etc.) e de direito público (União, estados, municípios, autarquias).

PIB - Produto Interno Bruto: É a soma de todos os bens e serviços produzidos no país durante o ano. É comum também utilizar o PIB como padrão de medida para outras contas públicas. Quando as taxas de variação são positivas, indicam crescimento (a produção do ano foi superior à do ano anterior) e, quando são negativas, recessão (a produção do ano foi inferior à do ano anterior).

Planejamento: Conjunto de procedimentos ou de ações (por uma empresa, pessoa, família ou um órgão de governo, etc.), que visam à realização de um determinado projeto.

Plano Bresser: Plano de recuperação econômica, lançado em meados de 1987, para correção de rumos do Plano Cruzado.

Plano Collor 1: Plano de recuperação econômica, lançado em março de 1990, com mudanças nas áreas financeira, fiscal, cambial, de comércio exterior, preços e salários.

Plano Collor 2: Plano visando estancar o processo inflacionário, lançado em fevereiro de 1992.

Plano Cruzado:
Plano de recuperação econômica lançado em fins de fevereiro de 1986.

Plano Verão: Plano de recuperação econômica, anunciado em janeiro de 1989.

PNB – Produto Nacional Bruto. Valor total de todos os produtos e serviços finais produzidos por um país (PIB) menos a renda líquida enviada para o exterior. Por exemplo , quando um país envia para o exterior mais renda do que ele recebe, o seu PNB será inferior ao PIB.

Polímero: plástico especial usado na fabricação de algumas cédulas.

Política Cambial: Atuação do Banco Central no mercado de câmbio a fim de manter, ou alterar, a cotação da moeda. Para o poder intervir, o BC deve dispor de um bom estoque de reservas internacionais, ou seja, de dólares em caixa.

Política Econômica: É também conhecida como Economia Normativa. São as ações práticas do governo, com a finalidade de condicionar, balizar e conduzir o sistema econômico, no sentido de que sejam alcançados um ou mais objetivos econômicos, politicamente estabelecidos. Os resultados alcançados pela política econômica variam em cada país dependendo do grau de diversificação de sua economia, da natureza do regime social, e do nível de atuação dos grupos de pressão (partidos políticos, sindicatos, associações de classe, ONG’s). A política econômica de um país é composta pela soma das políticas  monetária,  fiscal e  cambial.

Política Fiscal: Conjunto de ações e medidas tomadas pelo governo que determinam como é arrecadado e utilizado o dinheiro público. O Ministério da Fazenda e seus órgãos subordinados (Secretaria do Tesouro Nacional e Secretara da Receita Federal) são os grandes responsáveis pela política fiscal.

Política Monetária:
Conduzida pelo Banco Central, controla a quantidade de dinheiro em circulação no mercado e permite definir as taxas de juros.

Portfólio: carteira de títulos e valore mobiliários.

Poupador: Aquele que consome apenas parte de sua renda pessoal e poupa o restante.

Poupança:
Dinheiro colocado em algum lugar seguro para ser usado mais tarde. Fração da renda nacional ou individual que não é aplicada em serviços e bens de consumo; forma de acumulação de renda.

Praça: cidade

Prática espúria: que não está de acordo com as leis ou a ética.

Preço: Quantidade monetária equivalente a uma mercadoria, determinada em função de sua capacidade de ser negociada no mercado; valor; custo.

Pregão: Sessão em que se efetuam negócios com ativos registrados em uma bolsa de valores, diretamente da sala de negociação (pregão a viva voz) e/ou por sistemas de negociação eletrônica (pregão eletrônico).

Pregão a Viva Voz: Pregão onde os preços e quantidades são negociados verbalmente.

Pregão Eletrônico: Sistema eletrônico de negociação por terminais.

Prejuízo: Perda financeira.

Prestação: O que o devedor deve pagar, em contrato de financiamento.

Previdência Privada: Instituição privada que, cobrando certo número de contribuições dos associados, substitui a previdência social, garantindo aposentadorias e pensões.

Previdência Social: Instituição pública cujo objetivo é proteger e reparar o trabalhador e suas famílias na velhice e na doença, por meio de aposentadorias, pensões, assistência médica e hospitalar.

Procurador:
indivíduo que possui procuração para resolver ou administrar os negócios de outra pessoa.

Produção: Criação de um bem ou de um serviço adequado para a satisfação de uma necessidade.

Produção Interna: Conjunto dos bens e serviços produzidos pela economia nacional, em território nacional, qualquer que seja a nacionalidade dos produtores.

Produto: Aquilo que é produzido para venda no mercado, resultado de um trabalho ou de uma atividade.

Produtor:
Aquele cuja atividade ou profissão é produzir bens, mercadorias, etc.

Propriedade: Direito legal de usar, gozar e dispor de um bem.

Protecionismo: Sistema de proteção da indústria ou do comércio de um país, concretizado em leis que proíbem ou inibem a importação de determinados produtos, por meio de taxação de produtos estrangeiros.